Blog da Qualidade Eficaz

Por que aplicar a Gestão de Riscos na sua empresa?

Gestão de Riscos

Empresas de qualquer tamanho ou setor estão sujeitas a influências de fatores internos ou externos, trazendo incertezas para o seu negócio. Mas a maioria só se preocupa com isso quando seus produtos e serviços são ameaçados, enquanto poderia tomar uma atitude preventiva, como a Gestão de Riscos.

A Gestão de Riscos é uma parte de extrema importância no dia a dia das organizações. É esse gerenciamento que torna possível a identificação precoce de uma falha nos processos internos ou externos, possibilitando que o responsável faça um plano de mitigação ou eliminação dos riscos.

Com a Gestão de Riscos, é possível fazer uma análise do cenário atual e avaliar quais medidas devem ser tomadas para tentar lidar com os problemas de forma eficiente, evitando seus efeitos negativos e minimizando seus impactos na organização.

 

Como aplicar a Gestão de Riscos na sua empresa?

Para aplicar a Gestão de Riscos na sua empresa de maneira mais fácil, disponibilizamos um passo a passo detalhado abaixo:

1º: Análise do contexto da organização

Antes de tudo, é necessário analisar o contexto da organização, entendendo suas necessidades e expectativas. Esse contexto pode ser interno ou externo, baseado em critérios que a própria empresa pode definir. Os contextos internos podem ser estrutura organizacional, governança, fluxos e processos, sistemas de informação e outros, e os contextos externos compreendem cenários como cultural, político, legal, financeiro, tecnológico ou regional. Definindo essa primeira etapa, é possível enxergar melhor os objetivos que a empresa quer atingir e identificar os riscos.

2º: Listagem Geral

Gestão de Riscos

Depois disso, é feita uma listagem geral do que influencia a realização dos objetivos da organização, seja positiva ou negativamente. A partir daí são identificados os possíveis riscos que podem prejudicar o cumprimento destes objetivos.

 

3º: Avaliação dos Riscos

Só então é possível fazer a avaliação dos riscos, com base em uma análise dessa listagem, que mostra os riscos e sua probabilidade de acontecer.

 

4º: Mitigação dos Riscos

Após reconhecer esses riscos e seu impacto na organização, é preciso tratá-los, para que diminua sua influência, o que engloba eliminar, mitigar ou até prevenir.

 

5º: Compartilhamento das informações

Depois da mitigação dos riscos, é preciso compartilhar as informações para todas as partes interessadas, evitando que ocorram os mesmos erros futuramente.

 

6º: Monitoramento contínuo

É necessário que haja um monitoramento de todo o processo. O monitoramento se divide em verificação,Gestão de Riscos supervisão e observação crítica para identificar mudanças. O mais importante é que esse processo seja contínuo, porque o cenário pode mudar com a chegada de novas informações e, consequentemente, influenciar o resultado final.

 

 

Como fazer a Gestão de Riscos com o software 8Quali?

Para que o gerenciamento de riscos seja mais eficaz, muitas empresas recorrem à tecnologia, para garantir uma gestão automatizada e o atendimento das normas, e para isso você pode contar com o software 8Quali. 😀

Com ele é possível fazer o gerenciamento dos riscos da sua empresa com mais agilidade e precisão. Seu módulo de Gestão de Riscos permite às organizações identificar, avaliar e criar planos de ações com menos esforço. Conheça as funcionalidades do software:

  • Cadastro de Risco

É possível fazer o cadastro dos riscos juntamente com a elaboração do plano de controle e mitigação, bem como a elaboração do plano de contingência e aprovação (tudo online, com histórico de aprovações que servem como evidência nas auditorias).

  • Matriz de Risco

Gestão de RiscosA Matriz de Risco é o conjunto das informações relacionadas aos riscos identificados na empresa, onde apresenta de forma clara e objetiva todos os dados das etapas de classificação, análise e controle do risco. Através do software, é possível criar automaticamente a matriz de risco, tornando-a acessível a todos os usuários do sistema.

  • Notificação via e-mail

São enviadas notificações via e-mail a todos os envolvidos no processo, promovendo maior interação.

  • Controle dos Prazos

É feito o controle dos prazos para reavaliação do risco, além de relatórios para mostrar a situação de cada risco, se já foi mitigado ou se ainda persiste.

  • Não Conformidades

Integrado com o módulo de Não Conformidades, este módulo de Gestão de Risco aponta automaticamente na Matriz de Risco quando há uma ocorrência de não conformidade.

 

Para entender melhor o software, assista agora um vídeo explicando o funcionamento do módulo Gestão de Riscos.

angélica sartoni

Gostou desse post? Então curta nossa página e compartilhe com seus colegas da qualidade!!

Deixe também seu comentário sobre o que achou do texto, dúvida e/ou sugestões para outros posts. Assim você estará nos ajudando a te ajudar  😀

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *