Blog da Qualidade Eficaz

Gestão da qualidade em laboratórios com ISO 17025

ISO 17025

A partir da necessidade de garantir produtos e serviços de qualidade em diferentes áreas de negócio, a ISO (Organização Internacional de Padronização) especificou normas e processos que vieram a ser referência de organização e excelência internacionalmente e uma dessas normas é a ISO 17025.

Mas afinal, o que é a ISO 17025?

Esta norma foi criada especificamente para a padronização de testes laboratoriais, e é aplicável a laboratórios de calibração e ensaio. Sua função principal é a padronização internacional dos processos de teste, garantindo maior assertividade e menos divergências nos resultados.

A norma ISO 17025 é direcionada a todas as empresas que realizam estes serviços laboratoriais, independente do número de pessoas. Mas, para conquistar a certificação, o processo pode não ser tão simples.

O laboratório precisa ter precisão em seus procedimentos, desde sua gestão até os resultados. É importante também que o laboratório realize auditorias internas para um maior controle dos serviços.

A ISO 17025 é estruturada em duas partes:

  • Requisitos da Direção: desde o sistema de gestão e auditoria interna até o atendimento ao cliente
  • Requisitos Técnicos: relacionados aos métodos de calibração e ensaios, validação destes métodos, equipamentos, amostragens e outros.

Para um laboratório se enquadrar nessas práticas e se submeter à auditoria do acreditador, ele deve recorrer ao Inmetro, considerado o único órgão do Sinmetro no Brasil autorizado a dar esta acreditação, através da Coordenação Geral de Acreditação – CGCRE.

 

Quais os benefícios da certificação?

A certificação ISO 17025 garante que seu laboratório está enquadrado em práticas e processos que visam a qualidade dos serviços prestados. Por isso, é uma certificação importante para este segmento, devido à visibilidade e confiança que resulta dessa adequação.

 

Com o consenso das empresas que possuem a padronização destes processos em laboratórios, ocorre a diminuição de opiniões controversas e documentações, pois o entendimento dos resultados se encontra em conformidade. Devido a essa aproximação, as relações comerciais entre laboratórios e fornecedores tornam-se menos burocráticas, facilitando futuras negociações e parcerias.

 

A certificação ISO 17025 também traz benefícios à sua reputação no mercado, oferecendo maior confiança ao cliente para o controle e análise de amostras, seguindo padrões ambientais, de segurança e a melhoria contínua.

Mas,  acima  de  tudo,  enquadrar-se  nessa  norma  é  ter  a  credibilidade de  uma organização internacional conceituada, facilitando a comunicação dentro e fora do país, além de obter um diferencial competitivo que influencia no bom funcionamento dos  processos internos e, consequentemente, na lucratividade e satisfação do cliente.

 

A adequação das atividades gerenciais e técnicas em laboratórios pelas normas ISO 17025 é um investimento na qualidade dos serviços e não deve ser encarada como um custo. A  ISO  17025  é  uma  oportunidade  de melhoria contínua,  de  redução  dos  custos  e  maior  satisfação  do  cliente, trazendo  como  resultado retorno financeiro e a comprovação da excelência do trabalho.

 

Caso você queira conhecer mais sobre essa atividade disponibilizamos abaixo o documento DOQ – CGCRE-020 (Inmetro – www.inmetro.gov.br), referente aos termos e definições utilizados para a acreditação de laboratórios.

 

Baixe aqui o documento

Os laboratórios certificados garantem o gerenciamento dos processos de gestão, promovendo o reconhecimento da organização e dos seus serviços, comprovando sua competência e qualidade.

angelica

Gostou desse post? Então curta nossa página e compartilhe com seus colegas usando os botões ao lado.

Deixe também seu comentário sobre o que achou do texto, dúvida e/ou sugestões para outros post´s, pois assim você estará nos ajudando a te ajudar.. 😀

1 Comment

  1. Edilaine

    Um laboratório de controle de qualidade, que analisa produto final de uma empresa é interessante ter essa norma?

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *